terça-feira, 28 de agosto de 2012

Reunião de Pais



Reunião de Pais! 
Puxa para que ir a reunião do meu filho eu já sei que ele não vai repetir de ano!
Essa tal de "Progressão Continuada" não é para isso?
Se ele não vai bem, tem reforço na escola. Se ele não conseguir aprender, vai passar assim mesmo.
Então para que acompanha-lo? 

Essa não é a opinião da maioria dos pais, mas muitos deles pensam assim e por isso nunca aparecem na escola, mesmo que sejam chamados pela direção ou coordenação.




Sim, a reunião de pais e mestres não é um mero evento protocolar, que a escola organiza com o objetivo de dar algumas satisfações aos pais. "O objetivo das reuniões é compartilhar interesses e missões tendo em vista os benefícios para o aluno", define a pedagoga Isa Spanghero Stoeber, uma das autoras do livro Reunião de Pais - Sofrimento ou Prazer?, da editora Casa do Psicólogo. 
Para ela, as reuniões têm um grande poder de aproximar famílias e escolas. "Os pais recebem orientações, esclarecem dúvidas e, assim, estabelecem uma relação de confiança e cooperação com os professores." 

Como você deve ter percebido, participar das reuniões de pais e mestres é muito importante para aproximar família e escola. E estas têm de se respeitar mutuamente. Se os pais criam uma relação de competitividade com a escola, alimentando o costume de falar mal dos professores, da organização do local e das mensalidades, por exemplo, é possível que a criança também passe a desrespeitar a instituição, o que pode prejudicar seu desenvolvimento escolar. A proximidade e a confiança entre escola e família, quando transmitidas aos alunos, fazem com que eles se sintam mais seguros, aprendam mais e se relacionem melhor. 

Falar de aprendizagem, dificuldades e as situações que envolvem o crescimento da criança, também é uma condição das reuniões de pais e mestres.

Abraços
Cris chabes



5 comentários:

Educadores Multiplicadores disse...

Olá Multiplicadora Cris, esperamos que seu blog esteja colhendo os frutos da parceria com o Educadores Multiplicadores.

Educadora, queremos fazer um pedido: gostaríamos que você convidasse 5 blogs de sua lista de seguidores para conhecerem o projeto Educadores Multiplicadores.

Só lembramos que os blogs devem ter conteúdos com FOCO EDUCACIONAL.

Certo de sua atenção, agradecemos em nome de todos os Educadores Multiplicadores.

http://www.educadoresmultiplicadores.com.br/

http://www.marquecomx.com.br/

Fiquemos na Paz de Deus e até breve.

Chris Ferreira disse...

OI Cris, eu vou a todas as reuniões de pais e ainda agendo algumas extras. Entendo a imprtânci de nós pais estarmos presentes na escola.
Adorei o post.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Toninha Ferreira disse...

Amizade é assim:

É saber o momento de ficar calado
Amizade é somar alegrias, dividir tristezas.
É respeitar o espaço e silenciar o segredo.
É a certeza da mão estendida.
A cumplicidade que não se explica, apenas se vive.

Tenha uma semana cheia de bênçãos.
Toninha

Twitter @toninhavr
Blog http://cantinhodatoninha.blogspot.com.br/
E-mail toninhavr@hotmail.com
Face ToninhaFerreira
FanPage Educar – O primeiro passo

Kellen Bittencourt disse...

Oii Cris, obrigado pela visita no blog, gosto muito de conhecer as Mamães do Recanto, pois apesar das minhas filhas já serem mais grandinhas, é um universo que necessita de muitas discussões e troca de experiencias! Fui educadora durante muitos anos, trabalhei em vários ciclos do ensino, até chegar ao ensino superior onde me encontrei mais rsrs, a Reunião de pais sempre foi um drama, fazíamos de tudo p ver se os pais apareciam na escola, teve uma época que criamos o Chá das 5 com os pais, servíamos pão de queijo, gelatina, suco e café, foi o anos que obtivemos mais sucesso na escola kkkkkk, só pelo estomago mesmo rsrs mas sei que não tem que ser assim, o correto é que eles se interessem pelo desenvolvimento dos filhos e queiram acompanhar de verdade! Adorei te conhecer! Bjooooosss

Rosangela Vali disse...

Olá!Sou favorável a presença e participação dos pais na escola com acolhida,aceitação, integração, diálogo e trabalho de parceria.O mais beneficiado com certeza é o aluno e sua aprendizagem.
Pais, uma parceria preciosa.
Um abraço,Rosangela.